Bcaa: o fenômeno que atravessa gerações

  • 8 April 2015
  • Leticia Azen

Desde que iniciei minha Graduação em Nutrição (há 20 anos atrás) ouço falar a respeito dos BCAA (Branched Chain Amino Acids - em português: aminoácidos de cadeia ramificada (Leucina, Isoleucina e Valina)), ou seja, até hj noto que eles resistem a um mercado constantemente ávido por novidades. Impressionante, não acham?

Dentre os seus possíveis efeitos, percebo que atualmente o que mais gera interesse por parte dos frequentadores de academia é o fato dele ser uma opção "anti catabólica"…

É claro que jamais conseguiria acompanhar tudo que é dito ou registrado na internet, mas creio que quase sempre o que se espera é que estes três aminoácidos possam evitar que o organismo mobilize aminoácidos dos músculos quando o indivíduo está realizando um treinamento+dieta para redução do percentual de gordura… Isso é possível?

Creio que sim, pois existem diversos estudos apontando para a importância destes aminoácidos para a construção muscular e oferta de energia (em especial quando as reservas de carboidrato estão baixas), mas será que vale a penas utiliza-los com esta finalidade? Quase sempre eu discordo…

Em geral, mesmo que o sujeito deseje reduzir a gordura corporal, acredito que devamos ofertar uma mínima quantidade de energia oriunda dos carboidratos (principal fonte de energia) antes e/ou durante os treinos para garantir um adequado desempenho físico e, portanto, maior gasto energético.

Já escutei diversas pessoas relatarem que passam a treinar mal ou faltam os treinos quando estão sob dietas restritivas demais. Nestes casos, o uso dos BCAAs seria melhor do que o jejum? Creio que sim. Mas NADA MELHOR DO QUE TENTAR ACERTAR NA MÍNIMA INGESTÃO DE CARBOIDRATO ANTES DOS TREINOS PARA GARANTIR A REDUÇÃO DO PERCENTUAL DE GORDURA SEM PREJUÍZO NO DESEMPENHO FÍSICO. Concordam? Mas isso é fácil? Talvez um pouco mais para uns do que para outros, mas, na dúvida, PROCURE UM NUTRICIONISTA
Emoticon smile

E quanto ao uso da suplementação com BCAA para ganho de massa muscular? Vale a pena?

Debateremos este assunto em outra oportunidade, ok?

Um abraço e bom final de semana!