CONTAGEM DE CALORIAS: podemos realiza-la?

  • 8 April 2015
  • Leticia Azen

Como deve ser do conhecimento de vocês, existem algumas dietas propostas, de forma não individualizada, que permitem que a pessoa escolha os alimentos que deverá ingerir, a partir de um valor energético estimado… Pois bem, isso pode ser realizado por praticantes de atividade física?

ACHO MUITO ARRISCADO!

Muitos deles, especialmente os atletas, costumam desejar conhecer as suas necessidades energéticas para melhorar o desempenho físico, entretanto, para que isto ocorra, dele deverá consumir nos horários adequados quantidades determinadas de carboidratos, proteínas e gorduras.

E o que falar das pessoas que desejam ganhar massa muscular, mas que terminam seus treinos e consomem, por exemplo, 1 pão de queijo + café com leite, na cantina da academia? Será que esta seria a melhor opção? CLARO QUE NÃO!

Outra situação recorrente no acompanhamento nutricional em consultório é aquela na qual o sujeito termina o dia em déficit energético considerável, mas continua insatisfeito com o excesso de gordura corporal… O que pode estar sendo responsável por isso? Diversos fatores, mas, dentre eles, cito aqui os que considero principais: período prolongados de jejum, mais significativa ingestão energética no período tarde/noite e baixo consumo de proteína.

Conclusão, apenas contando calorias você poderá prejudicar: o seu desempenho, a recuperação e/ou ganho de massa muscular, a sua saúde,… A NUTRIÇÃO ESPORTIVA É MUITO MAIS COMPLEXA! Esta reflexão me faz questionar também as ferramentas que permitem ao usuário calcular suas necessidades e alguns aplicativos (não individualizados) nos quais se monitora a adequação da alimentação por meio do registro do que vai sendo consumido ao longo do dia… Sem contar na ansiedade que esta tarefa adicional pode gerar… O QUE VCS PENSAM SOBRE ISSO?

Um abraço, bom final de semana e até a próxima.
Emoticon wink