IMPORTÂNCIA DA PREDIÇÃO DO GASTO ENERGÉTICO EM REPOUSO

  • 6 March 2017
  • admin

As nossas necessidades de energia são derivadas do funcionamento dos nossos órgãos, da atividade física que realizados (seja ela formal ou aquela que desempenhamos nas nossas rotinas), para metabolização dos alimentos, etc...

Habitualmente o Nutricionista se vale de equações preditas para estimar cada um destes componentes e determinar o que cada um deverá consumir. Entretanto, alguns estudos envolvendo a população brasileira já vem demonstrando que tais equações podem estar superestimando os valores, quando estes são aferidos por meio de um teste validado para estimar o metabolismo em repouso.

Mas em que consiste o teste do metabolismo de repouso?

O teste do metabolismo em repouso é realizado por meio do método de calorimetria indireta, uma das maneiras científicas mais precisas para descobrir se o seu metabolismo é lento, normal ou acelerado comparado a outras pessoas do mesmo sexo, idade, peso e altura que você. Basicamente, este método mede o quanto você consome de oxigênio (O2) e produz de gás carbônico (CO2) durante sua respiração, e quantifica com precisão quantas calorias você queima todo dia simplesmente para manter suas atividades vitais, tais como respiração, pulsação, controle de temperatura, dentre outros.

Em uma das aulas práticas da Pós-graduação em "Nutrição Esportiva aplicada à saúde e ao desempenho físico" (NutMed/Fac Redentor) a aluna C. P., de 40 anos e pesando 54kg, teve metabolismo em repouso estimado, por meio da calorimetria indireta, em 1195,02 kcal.

Tal valor sugeriu as seguintes superestimavas com base em algumas equações preditivas:
- Haris & Benedict (1919): 18,74%
- FAO/OMS/UNU (2004): 19,64%
- Henry & Rees (1991): 11,99%

Sendo assim, dependendo da equação escolhida, isso poderia representar um erro inicial de estimativa das necessidades diárias, o qual poderia, por exemplo, gerar a elaboração de planos alimentares não efeitos para perda de peso. 

Conclusão, o Nutricionista deve procurar estudar o assunto e escolher a equação mais adequada a ser utilizada. Já o cliente, em acordo com o Nutricionista, poderá optar por realizar tais avaliações, visto que elas já são oferecidas em alguns locais (consultórios, clínicas, centros de avaliação, etc...).

Até a próxima! :)