Posicionamento da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição sobre a DIETA SEM GLUTEN

  • 23 November 2016
  • admin

Eu me preocupo muito quando vejo alguém conseguindo (o que não é fácil) excluir totalmente o glúten da alimentação sem que tenha obtido um diagnóstico de doença celíaca ou mesmo de intolerância... Será que é preciso? Se você acredita em eventuais benefícios que possivelmente justificariam gastar mais e se privar muito, eis um resumo do resumo do posicionamento da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição a respeito do tema:

1) Não há evidência suficiente para assumir que indivíduos saudáveis se beneficiariam da dieta sem glúten;
2) Estudos recentes sugerem que a sensibilidade ao glúten pode ser confundida com sensibilidade à carboidratos de cadeia curta;
3) Dados epidemiológicos sugerem que indivíduos com sobrepeso e doença celíaca não costumam perder peso quando submetidos à dieta sem glúten;
4) Dados experimentais recentes mostraram possíveis efeitos deletérios sobre a microbiota intestinal em indivíduos saudáveis com dieta sem glúten;
5) As dietas sem glúten podem ser saudáveis para população em geral desde a ingestão de outros cereais integrais e hortaliças sejam garantidos.

Quanto a este último item, enfatizo que toda opção deve ser respeitada, mas é sempre preciso que você procure um Nutricionista sempre que realizar mudanças significativas na sua alimentação para que sejam evitadas eventuais carências, alterações na função intestinal, etc...

Outro ponto que sempre penso: se não somos intolerantes, mas resolvemos excluir o glúten (ou qualquer outro nutrientes/ingrediente) será que não estaremos "patrocinando" uma intolerância futura? Nosso organismo não "desaprenderia" a metaboliza-lo?

Um abraço e até a próxima!

http://nutrirejournal.biomedcentral.com/articles/10.1186/s41110-016-0005-y